TESTANDO TENSÃO MÁXIMA SUPORTADA – C/ PIC16F676 (REF382)

Como saber a tensão máxima suportada por um componente eletrônico?

Esta montagem propõe a construção de um circuito eletrônico para testar os limites de tensão de componentes eletrônicos como Diodos de Alta Tensão, Diacs, Triacs, SCRs, Transistores Bipolares, Mosfets, IGBTs, Lâmpadas Neon, Supressores de transientes como diodos supressores (SAD), varistores (MOV) e tubo de descarga a gás (GDT).

A seguir, veja o circuito proposto:

O circuito é composto de um gerador de alta tensão e um voltímetro construido com um PIC16F676. Neste voltímetro, temos uma leitura máxima de 999 Volts.

O gerador de alta tensão é um simples inversor de 5 Volts para cerca de 950 Volts. Os componentes podem ser obtidos de uma raquete Mata-Pernilongo sucatada, em especial o transformador.

A corrente aplicada no componente sob teste é bem baixa, cerca de 0,43 miliamperes. Mas componentes sensíveis a alta tensão não devem ser testados sob risco de sua destruição.

Calibração: Usando um multímetro de boa precisão, coloque na escala de 1000 Volts ou mais, e ligue as pontas de prova no circuito, colocando a ponta de prova vermelha (+) no ânodo do SCR BT139 e a ponta de prova preta (-) no gnd. O potenciômetro Pot1 deve ser ajustado para obter cerca de 950 Volts.

Este valor deverá ser mostrado nos displays de 7 seguimentos. Ajuste o potenciômetro Pot2 para obter este valor e refaça o ajuste várias vezes até ficar o mais preciso possível. Coloque um componente nas pontas de provas PP1 e PP2 do aparelho. Pode ser por exemplo: uma lâmpada Neon (50 a 60 Volts). Aperte o botão ‘Zerar’ até mostra ‘000’ nos displays. Em seguida, aperte o botão de ‘Testar’. Confira se o valor mostrado no display é igual ao do multímetro. Se for necessário, refaça a regulagem de Pot2.

Para alimentar o circuito poderá ser usado uma fonte de carregador de telefone celular que forneça 5 Volts / 1 Amper ou mais. Cuidado ao manusear as pontas de provas PP1 e PP2, pois poderão dar choque quando o botão ‘Testar’ estiver pressionado.

Ao testar MosFets e IGBTs, mantenha sempre a ‘Gate’ ligado junto ao ‘Source/Emissor’ conectando a ponta PP2 (gnd) e a ponta PP1(alta tensão) na ‘Drain/Coletor’.

Atenção: Nunca aplica alta tensão direto na ‘Gate’ ao ‘Source’ para não destruir o componente. Veja sempre o datasheet do componente e confira várias vezes antes de realizar o teste, para não se confundir com os terminais do componente!

Comparando os valores medidos com o datasheet é possível identificar transistores de alta tensão falsificados. Os transistores falsos geralmente não alcançam a tensão máxima mostrada no datasheet.

Alguns valores encontrados em componentes testados:

Neon = 56 Volts

BC548 = 72 Volts

IRF820 = 570 Volts

IRF830 = 530 Volts

IRF630 = 230 Volts

IRF3205 = 60 Volts

GDT = 236 Volts

1.5KF250CA = 250 Volts

TVR14621 = 595 Volts

S10K20 = 30 Volts

Caso queira fazer uma montagem mais econômica, a parte do voltímetro pode ser dispensada se usar um voltímetro comercial (made in China).

O circuito ficará reduzido a isto:

Com um pouco de habilidade é possível até montar uma plaquinha de circuito impresso com os componentes do gerador de alta tensão bem pequena. Desta forma poderia ser colocada dentro do próprio multitester. Isto é por conta da sua criatividade!

Aviso: O circuito trabalha com alta tensão! Todo o cuidado com o seu manuseio é requerido. A construção e uso é por sua conta e risco!

Obs. Esta montagem é experimental, sendo de caráter didático, montada apenas em placa experimental (do tipo “Protoboard”), sujeita a “bugs” ainda não detectados. Está sendo fornecido os arquivos para que cada hobista possa alterar o programa segundo suas necessidades.

Abaixo temos uma pasta zipada para download, com os arquivos desta montagem:

Testa_Componentes_zip

Manuais:

PIC16F676 datasheet

Curiosidades:

Será que fumar ou usar cigarro eletrônico faz mal?

O ninho do faisão-australiano — Teve um Projeto?

O mergulho da baleia-bicuda-de-cuvier

Outros assuntos:

Como controlar as preocupações em tempos difíceis

Será que o Armagedom vai começar em Israel?

O fim dos políticos corruptos!

Preconceito — Você foi contaminado?

Estilo de vida vegano — O que a Bíblia diz?

Até o próximo artigo!

2 comments on “TESTANDO TENSÃO MÁXIMA SUPORTADA – C/ PIC16F676 (REF382)

    1. Olá Josivanio
      Como eu citei no artigo fiz uso de um trafo pronto retirado de uma raquete mata-pernilongo. No caso de você tentar enrolar o trafo com um núcleo de fonte de PC eu não saberia indicar quantas voltas teria que usar. Mas existem programas na internet (pesquise no youtube) que podem ser usados para calcular estes trafos. Não usei nemhum ainda para indicar.
      Bons projetos

      Obrigado

Deixe uma resposta

Back To Top